Pages

  • Twitter
  • Facebook
  • RSS Feed

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

De mãos e pés atados.

Um comentário:
 

Sozinho, na escuridão do meu coração, avisto um raio de luz... confuso.  Vejo você do outro lado do abismo, quero te salvar desse inferno sentimental, mas um passo em falso me fará cair, quase que sem volta. Já não posso perder um segundo de palavras suas. Não consigo nem pensar, em um dia por acaso, não sonhar com tua beleza. Mas como poderia eu, escapar?
Escravo agora, de um futuro conturbado... só vejo o fim e o início. Não há meio termo, não vejo escapatória.

Um comentário:

Comente sobre o post, mostre sua opinião!

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff